quinta-feira, 4 de junho de 2020

”Turismo Cívico e Pedagógico para o Brasil e o Mundo” é chancelado pelo Ministério do Turismo

Jovens do Brasil inteiro, em ações planejadas com o trade turístico, visitarão a Capital por meio do projeto da Setur-DF

Foto: Roberto Castro.

A secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, apresentou nesta quarta-feira (3) os principais projetos para o desenvolvimento do turismo na capital ao ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. O destaque foi o programa “Brasília, Capital do Turismo Cívico-Pedagógico para o Brasil e o Mundo”, elaborado pela Setur-DF desde o início de sua gestão e que engloba uma séria de ações para promover o segmento.

O produto de Turismo Cívico Pedagógico tem como objetivo trazer estudantes de todo o país para conhecerem a capital federal e sua história. “Essa é uma ação muito relevante da Setur-DF, que une as secretarias de Turismo e Educação de todo o país, e para nós será uma honra contar com o apoio institucional e mercadológico do Ministério do Turismo para proporcionar que jovens estudantes brasileiros tenham condições de conhecer a capital do país ”, afirmou a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça.

O projeto piloto foi implementado em 2019, com a participação de centenas de estudantes da rede pública do Distrito Federal, em um roteiro de três dias com visitas guiadas por monumentos, espaços cívicos e históricos da Capital. Foram apresentados conteúdos pedagógicos e atividades interdisciplinares alinhadas ao currículo escolar da educação básica. A viabilização do programa é um esforço conjunto entre a Setur-DF, o Grupo VOETUR e a Gol Linhas Aéreas e conta com apoio da Fecomércio-DF. “Ampliar o alcance e possibilitar que jovens estudantes de todo o Brasil tenham direito de conhecer a capital do seu país, por meio do Turismo Cívico Pedagógico em Brasília, é um dos nossos principais compromissos”, completou a secretária.

Três temas fundamentais dão base às visitações: a transferência da capital do Brasil e a sua construção no centro do país; a capital federal enquanto símbolo nacional da República Federativa do Brasil; e a cidade planejada, considerada obra prima do gênio criativo humano e Patrimônio Cultural Mundial pela Unesco.

Desde o início da gestão, a Setur-DF vem promovendo importantes ações e projetos de fomento ao turismo cívico em Brasília. O projeto âncora de estruturação desse segmento foi a ressignificação da solenidade da Troca da Bandeira Nacional, que teve seu escopo ampliado para uma Manhã Cívica Cultural. Dentre as ações complementares a este evento, destacaram-se a primeira Mostra de Turismo Cívico, realizada na Semana da Pátria, e a inclusão do mês de setembro no Calendário Oficial do DF como mês do Turismo Cívico.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ressaltou a importância da capital como destino turístico. “Brasília é muito mais do que a gente imagina. Precisamos desmistificá-la e começar a apresentá-la como um dos principais destinos turísticos do nosso Brasil. Precisamos que Brasília esteja no centro dessa promoção nacional e que as pessoas conheçam realmente a nossa capital, que tem uma gastronomia fantástica e recursos naturais ímpares”, destacou o ministro.

“Com certeza Brasília está entre as cidades mais belas do país. Temos uma estrutura de alto padrão e a oferta de serviços e equipamentos de qualidade para quem visita a capital do país. Além do mais, a nossa cidade possui um alto potencial para o desenvolvimento do turismo cívico. Logo, é extremamente importante criar ações que conscientizem os visitantes no que diz respeito a cidadania e a política para que resgatem o valor do patriotismo pelo nosso país”, reforçou o deputado federal Júlio César, que também esteve presente.

Também participaram do encontro o secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William França, e o secretário Nacional substituto de Estruturação do Turismo, Hercy Ayres Rodrigues Filho.

Juntos por Brasília, Juntos pelo Turismo
Em primeira mão, o ministro pode assistir ao novo vídeo do movimento “Juntos pelo Brasil, Juntos pelo Turismo”, que reúne o depoimento de 19 entidades do trade em torno de um único propósito: a retomada célere e robusta do turismo em Brasília após a pandemia do Covid-19.

O manifesto #juntosporbrasilia e #juntospeloturismo é um chamado que vem da necessidade do setor e pretende gerar uma grande onda de apoio à capital Patrimônio Mundial da Humanidade. Ao mesmo tempo que está entre as atividades mais afetadas pelo coronavírus, o turismo também pode ser um grande aliado na recuperação econômica após a pendemia, já que possui um imenso poder de fomentar a economia e tem uma cadeia que abraça desde o micro e pequeno empreendedor até grandes corporações.

No total, 19 entidades do DF apoiam a causa, englobando o setor hoteleiro, gastronômico, entidades ligadas a produção de eventos, associações e federações ligadas ao turismo e ensino superior, além de diversos sindicatos do setor. Entre elas, estão a Associação Brasiliense das Agências de Turismo Receptivo (ABARE), Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Brasília e Região Convention & Visitors Bureau (BRCVB), Câmara de Turismo e Hospitalidade , Centro de Excelência em Turismo da UnB, Fecomércio-DF, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio-DF, Federação dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (FETRATUH), FIBRA, Sindicato das Empresas de Turismo do DF (SINDETUR).



Fotos: Roberto Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário