terça-feira, 26 de maio de 2020

O Beneditta Cozinha e Bar elaborou um cardápio de petisco especialmente para o delivery durante a quarentena

Os finais de semana já não são mais os mesmos desde o início da pandemia do Covid-19. Com os bares e restaurantes fechados por recomendação das autoridades de saúde, como uma das medidas para evitar a proliferação do vírus, as opções de lazer tem se reduzido às lives com cantores famosos. E para acompanhar o modão das duplas sertanejas ou o axé da baiana Ivete Sangalo, a galera pede uma bebida e aquele petisco no capricho.

Para colaborar com o isolamento e garantir que ninguém precise sair de casa, o comércio está se adaptando e aderindo ao delivery não apenas no cardápio do dia a dia, mas também nas "comidas de boteco". “É desafiadora a situação que nos encontramos com o isolamento, então precisamos nos reinventar e sermos criativos. O delivery é uma boa saída para nos mantermos ativos e continuarmos atendendo aos clientes”, afirma Bruno Figueiredo, um dos sócios da casa.

Com a recente reforma onde antes adotava um conteito de uma cantina italiana, servindo pizzas e massas, tanto à la carte como rodízio de pizzas, o Beneditta Cozinha e Bar passou a ter mais estrutura e oferecer para seus clientes um espaço e um cardápio amplo. A casa já estava inserida no formato delivery, e para atender uma demanda crescente com a quarentena, adaptou o seu cardápio com um formato mais descontraído. "As maratonas de séries, as tão esperadas lives garantem a animação do happy hour em casa e o nosso cardápio foi criado para atender essa demanda”, explica Bruno.

Quem gosta de uma cervejinha e um petisco para acompanhar e diminuir a saudade dos encontros sociais e barzinhos, o cardápio do Beneditta Cozinha e Bar, conta com itens como as Isca de Filé de Tilápia(R$ 59,90); a tradicional Picanha na chapa (R$ 79,90); Bife Ancho (R$ 59,90), todos com direito a 3 acompanhamentos como mandioca, feijão tropeiro, batata frita e outros a escolha do cliente.   Porção de pasteizinho 12 unidades e Porção de mini quibe 20 unidade (R$19,90) também tem grande saída, assim como o Camarão à Beneditta para duas pessoas (R$ 79,90). "A ideia é deixar o isolamento mais descontraído e saboroso, como se tivesse no barzinho mesmo”, completa.

Além do cardápio de petiscos, a casa conta com opções de pratos para almoço e jantar, como o camarão ä moda da casa (estilo camarão internacional) e a parmegiana de frango ou carne, que são dois carros-chefe da casa. Sem falar nos mais de 40 sabores de pizzas, com massa artesanal, e ingredientes selecionados, que já fazem a fama da casa na região. Os pedidos podem ser feitos direto pelo telefone ou whatsapp do restaurante (61) 3373-3675 / 3372-8198, ou pelos aplicativos de entregas. 


Sobre o Beneditta - Nascida em 18 de agosto de 2015, com conceito de uma cantina italiana, a casa serve pizzas e massas, tanto à la carte como rodízio de pizzas. Recém reformada, para oferecer mais estrutura aos clientes, conta com espaço kids com monitora, bar de drinks, fraldário, música ao vivo aos sábados e outras comodidades. Não à toa, se transformou em um point das famílias da região e uma referência para as comemorações. Conta também por uma reformulação do cardápio, com diversidades de pratos, sendo: carnes, frutos do mar e massas variadas. Atualmente em sua direção tem dois sócios: Bruno Figueiredo e Ricardo Fernandes.

SERVIÇO
Beneditta Cozinha e Bar lança cardápio de petiscos no serviço de delivery
Endereço:  QNM 34 Cj. "I" Lt. 34 - Taguatinga, Brasília, DF.


Telefone: (61) 3373-3675 / 3372-8198 

segunda-feira, 4 de maio de 2020

Sanciona Ibaneis: PLC35 do Auxílio Emergencial Distrital


Salário mínimo para os desempregados pelo coronavírus


No dia 14 de abril foi aprovado em segundo turno no plenário da Câmara Legislativa o Projeto de Lei Complementar 35/2020, de autoria do vice-presidente da Casa, deputado Delmasso (Republicanos-DF). O projeto cria o Benefício Emergencial de Preservação da Renda para os trabalhadores que foram demitidos em função da crise financeira advinda da pandemia de Covid-19 .

Para os desempregados receberem esta ajuda falta agora a sanção do governador, Ibaneis Rocha. Diferentemente do coronavoucher e outros auxílios do governo que amparam autônomos, pessoas de baixa renda, inscritos no cadastro único e microempreendedores, o benefício proposto pelo deputado Delmasso será exclusivamente pessoas que perderam o emprego em função da pandemia de coronavírus. A medida vai beneficiar 16.586 pessoas que perderam os empregos no Distrito Federal.

O valor do benefício será de um salário mínimo, R$ 1.045,00, repassado em três parcelas. A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação desenvolverá um aplicativo para os cadastros dos desempregados, a Secretaria do Trabalho vai validar as informações e a Secretaria de Economia efetuará os pagamentos via Banco de Brasília (BRB).

Elber Santana Alves, de 21 anos, ex-agente de negócios da Motorola foi dispensado do trabalho, dia 1º de abril. Segundo Elber, outros cinco colegas também foram mandados embora. “Esse auxílio será muito importante para nós, pois dependíamos do nosso salário e não sabemos agora quanto tempo vai durar esta quarentena. Minha mãe também está afastada do trabalho pelo mesmo motivo, então este benefício proposto pelo deputado Delmasso vai ajudar muito”.


O Plano Emergencial de Manutenção da Renda tem os objetivos de: preservar a renda das famílias e reduzir o impacto social por causa das consequências do estado de calamidade pública e de emergência da saúde pública. O benefício será custeado com R$ 52 milhões oriundos do Fundo de Apoio à Pesquisa (FAP-DF).