terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Roubos em comércio caem mais de 70% no Plano Piloto

Nos primeiros 20 dias deste ano, foram registradas seis ocorrências, contra 21 casos no mesmo período de 2013

As forças de segurança do Distrito Federal promoveram uma queda sensível na criminalidade nos primeiros 20 dias de janeiro. Não houve casos de homicídio nas Asas Sul e Norte e zona central de Brasília. Em algumas regiões, os crimes contra a pessoa chegaram a cair 50% em comparação com os primeiros 20 dias do ano passado.

A tendência de redução seguiu os números de crimes contra o patrimônio, que registraram quedas de até 70% em algumas naturezas criminais.

Na Asa Sul, em 2014 ocorreram sete casos de roubo com restrição de liberdade - o chamado sequestro-relâmpago - contra 12 no ano passado. As ocorrências de roubo em comércio registraram números ainda mais baixos: foram quatro neste ano, nove a menos que nos primeiros 20 dias em 2013.

Todas as ocorrências que envolveram furtos de veículos também diminuíram na região. Foram 41 casos neste ano, contra 88 no mesmo período do ano passado. Os furtos em veículos reduziram de 166 para 157, enquanto o roubo a transeunte baixou de 73 para 68.

Na Asa Norte, os crimes contra a pessoa registrou 16 casos a menos; contra o patrimônio caiu 36,7%, e contra a dignidade sexual não houve registro, o que resultou em queda de 37,4% no índice de criminalidade na região.

Já na zona central, a criminalidade caiu 20,4%. Os crimes contra a pessoa mantiveram nove registros e houve queda de 21,1% nos crimes contra o patrimônio. O roubo em comércio não teve registro este ano; furto em comércio diminuiu de 10 para seis casos; e furto a transeunte, queda de 283 para 169. Houve três casos de roubo em veículo, mesmo número registrado ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário