segunda-feira, 29 de julho de 2013

Concentração de setores do comércio e de serviços reduz opções de compra

Brasília é uma cidade de poucos donos. Com o setor produtivo restrito, restam opções limitadas ao cliente, que costuma esbarrar em preços semelhantes no comércio e na prestação de serviços. 

O ambiente é propício a práticas anticompetitivas que atrapalham a livre concorrência e causam prejuízos ao consumidor. Uma delas é a combinação de preços. Com as empresas nas mãos de poucos, fica mais fácil o possível acordo, que pode resultar na formação de cartéis, prática considerada criminosa (veja O que diz a lei).

 O problema é que o consumidor paga por isso. Segundo estimativas da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, o sobrepreço é de 10% a 20% por produto. O gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, é um exemplo. 

Uma investigação deflagrada pelo Ministério Público do DF e Territórios em Ceilândia constatou que as revendedoras locais articulavam os valores do botijão. Entre fevereiro e dezembro de 2009, o produto, que custava R$ 35, subiu para R$ 43 — reajuste de 25% —, aumento bem acima da inflação registrada no período (4,31%).

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Pesquisa mostra qualidade de vida em Candangolândia



Dados da Codeplan mostram que quase 100% dos moradores tem acesso a serviços básicos

A Candangolândia tem quase 100% dos moradores com acesso a serviços básicos como água, luz, esgoto e coleta de lixo, segundo a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) divulgada hoje pela Companhia de Planejamento (Codeplan).

A pesquisa mostrou que apenas 0,2% das casas tem acesso a água por cisterna e o restante - 99,79% - pela rede geral; e os números referentes a abastecimento de eletricidade mostram que 99,17% das residências recebem pela rede e 0,83% por gambiarras.

A quantidade de domicílios com esgoto também ultrapassa 90%, são aproximadamente 96%, e só 3% ainda usam a fossa séptica ou rudimentar. Na cidade, a coleta de lixo é realizada pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) em 98,96% das casas.

Do total, 98% possuem rua asfaltada, 97% têm calçada, meio-fio e iluminação pública, e 93% têm rede de água pluvial. Sobre problemas ambientais, a presença de entulho foi a de maior destaque. De acordo com a pesquisa, considerando o total de domicílios, 67 estão nesta situação, o que representa menos de 4%.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Brasília vai em busca da Universiade 2019




Secretários de Turismo e Esportes acompanham, na Rússia, o evento deste ano

A Capital Federal está no páreo para receber a Universiade, o terceiro maior evento esportivo do mundo. Para reforçar a candidatura, representantes do Governo do Distrito Federal viajaram para Kasan, na Rússia, a fim de acompanhar, de perto, a movimentação da edição 2013 do evento.

"É um acontecimento que traz um legado importante, principalmente para a Universidade de Brasília por deixar a estrutura esportiva", explicou o secretário de Turismo do Distrito Federal, Luis Otávio Neves. "Já temos espaços muito bons, construídos para a ocasião da Copa das Confederações e na expectativa da Copa do Mundo e, com este evento, poderemos alcançar todas as modalidades do esporte. Além disso, a Universiade não despende tanto dinheiro como a Olimpíada", ressaltou.

Brasília concorre com as cidades do Azerbaijão (Baku), Hungria (Budapeste), Rússia (Krasnoyarsk) e Suíça (Valais). Resultado será divulgado no dia 9 de novembro.

O GDF integra o programa oficial de observados da FISU. Além de Luis Otávio, o secretário de Esporte, Julio Ribeiro, a subsecretária de Fomento a Eventos Estratégicos da Setur-DF, Flávia Malkine, e outros agentes não-governamentais viajaram para a cidade russa para compreender melhor a logística, estrutura e público do evento.

"Hoje já podemos experimentar, in loco, os serviços de recepção e hospitalidade no aeroporto, dedicado a atletas e delegações e imprensa. O programa de voluntários foi percebido desde moscou, com equipes dentro da área restrita, priorizando atendimento e imigração para participantes do evento", contou a subsecretária.

Os secretários de Turismo e Esporte conversaram com diversas equipes de voluntários, que em sua maioria fala apenas inglês como língua estrangeira. Nessa mesma linha, os representantes do GDF se reunirão com coordenador de voluntários na terça feira (9), a fim de ter mais informações sobre a formação e preparação do grupo.

A abertura oficial da Universiade 2013 será amanhã, com hasteamento das bandeiras de todos os países participantes, na vila olímpica, às 10h. A cerimônia de abertura terá a presença do presidente da República da Rússia, Vladimir Putin, do governador da República do Tartaristao, Rustam Minnehanov. A delegação brasileira tem 358 pessoas entre atletas e equipe técnica.

Universíade – Organizada pela Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU), a Universíade reúne, a cada edição, cerca de 12 mil atletas universitários, entre 17 e 28 anos, de mais de 100 países. Os jogos acontecem desde 1923 e só foram sediados na América Latina em 1063.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Gira Cultura será lançado amanhã

O lançamento do projeto "Gira Cultura" - para promover a democratização cultural com exposições itinerantes pelas cidades do DF- será realizado, esta terça-feira, em coletiva de imprensa, pelos secretários de Cultura, Hamilton Pereira, e de Habitação, o deputado federal licenciado Geraldo Magela.

"O Gira Cultura amplia os princípios definidores das políticas públicas de Cultura que estamos colocando em prática no Distrito Federal, que são a descentralização dos investimentos; a democratização do acesso aos recursos; e a garantia da diversidade cultural que Brasília abriga", ressaltou o Secretário de Cultura, Hamilton Pereira.

O projeto, que recebeu investimentos destinados pelo deputado federal, está em sua primeira edição e busca promover, incentivar e ampliar a produção local de bens culturais.

"Esses artistas precisam mostrar o seu trabalho, e o "Gira Cultura" vai proporcionar que a população do DF conheça os novos talentos", destacou Geraldo Magela.

Serão realizados três concursos temáticos de fotografia, teatro e música em plataforma web, e os trabalhos selecionados comporão a Agenda Cultural do projeto que circulará por 10 dias em cada cidade.

Serviço

Lançamento do projeto "Gira Cultura"

Data: 9/7/13

Horário: 10h

Local: Foyer da Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional

GDF contratará empresa de tecnologia da informação

Licitação, que ocorre na próxima semana, também prevê programa para cidadão acompanhar as futuras compras públicas

O Governo do Distrito Federal realiza, na segunda-feira (8), o pregão eletrônico para contratar empresa especializada em tecnologia da informação, que prestará serviços que vão desde o desenvolvimento de novos sistemas para intranet e internet até a manutenção da rede.
O empreendimento funcionará como uma "fábrica de software" e, entre as novidades, está um programa para que o cidadão possa acompanhar, pela internet, as licitações públicas: o licitômetro.
"Com esse novo programa, a população poderá acompanhar em tempo real a quantidade de licitações realizadas pelo GDF, o valor gasto e o valor economizado em cada uma delas", destacou o secretário de Planejamento e Orçamento, Luiz Paulo Barreto.
Segundo ele, essa será uma medida para dar mais transparência e permitir uma fiscalização mais efetiva dos gastos públicos.
INTEGRAÇÃO - O objetivo da contratação é promover maior integração entre os sistemas internos do governo e, dessa forma, dar respostas mais rápidas à população.
"Primeiramente houve um investimento em infraestrutura de armazenamento, processamento e comunicação de dados. Agora é a vez da melhoria e integração dos sistemas corporativos do DF", explicou a subsecretária de Tecnologia da Informação e Comunicação, Renata Dumont.
Ainda de acordo com ela, há oito anos o GDF não faz uma licitação desse porte, estimada em R$66,2 milhões, abrangendo demandas de 26 órgãos do governo - 19 secretarias, Procuradoria-Geral do DF, Fundação Hemocentro e Fundação de Apoio à Pesquisa.
A abertura das propostas está programada para às 9h e, imediatamente após o pregão, será possível ter acesso livre à ata e todas as informações pelo site www.comprasnet.gov.br.
INVESTIMENTOS - De acordo com dados da Secretaria de Planejamento Orçamento, desde o início desta gestão, foram investidos mais de R$34 milhões em Tecnologia da Informação.

Desse total, R$11,5 milhões foram destinados para melhoria dos serviços e R$23 milhões para infraestrutura.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Foi dada a largada para a grande festa do São João do Cerrado em Ceilândia



Teve início a contagem regressiva para o São João do Cerrado, uma grande festa programada para agosto, mas que, desde já, traz expectativa para quem vai se apresentar ou aproveitar o evento. O símbolo da festa é uma Kombi com  diversos símbolos nordestinos. Um prévia com as bandas locais que se apresentarão no evento, programado para ocorrer entre os dias 7 e 11 de agosto ocorreu ontem.

O forró tomou conta da Feira Permanente da Ceilândia, um dos pontos de encontro dos nordestinos em Brasília. A festa começou às 9h, ao som das bandas Nega Malluka, Forró Bijú, Forró Miami, Nilson Freire, Flormulengo e Roque e Terezinha, além de grupos folclóricos, quadrilhas juninas, coco e maracatu. A Kombi, com balaios, cestos, panelas e adereços, deu uma volta no Centro de Ceilândia até estacionar ao lado da festa, onde fica um pedestal, marcando a contagem regressiva para o São João do Cerrado.

Candangos

Segundo Edilane Oliveira, organizadora do evento, a  Kombi relembra aqueles que chegaram à cidade vindos do Nordeste. “Representa os candangos nordestinos e a chegada deles há 50 anos. Mas vai ser uma festa não só para quem tem raízes nordestinas, porque São João é para todos”, disse. A meta para este ano é receber 1 milhão de pessoas nos cinco dias de festa.

A novidade este ano é a mudança para QNM 12, ao lado do Estádio Abadião, onde se espera que sejam feitas várias mudanças, “mas sem perder a qualidade”, segundo Edilane. Começa a ser montada na próxima quarta-feira a estrutura, espalhada por 62 mil metros quadrados. Estão previstas ilhas de forró, feiras, cenografia típica e uma fogueira decorativa, com mais de dez metros. 

As quatro Kombis e a contagem regressiva para o evento foram colocadas no Centro de Ceilândia, em frente ao Palácio do Buriti, entre Ceilândia e Samambaia e no Eixão Sul.